Dor de ouvido constante, o que pode ser?

Saiba mais sobre a história da clínica e o que podemos fazer por você

As causas mais comuns para dor de ouvido constante vão desde o tempo frio até a introdução de objetos no ouvido, mas também pode estar associada à problemas na mandíbula, crescimento de um dente, infecções na garganta. Saiba neste artigo quais as possíveis causas para isso e como solucionar.

Dor de Ouvido Constante - Clínica Otorhinos

Dor de Ouvido Constante: O que pode ser?

A dor de ouvido constante é um sintoma de que algo está errado com você. As causas mais comuns vão desde o tempo frio até a introdução de objetos (cotonetes, palitos) ou água no canal auditivo. Como consequência, ocorrem infecções e, em casos mais severos, rompimento do tímpano. Outras causas são problemas na mandíbula ou crescimento de um dente.

O tratamento para dor de ouvido deve ser sempre orientado por um médico, após o diagnóstico do problema que está causando a dor. A profilaxia inclui o uso de analgésicos (paracetamol), anti-inflamatórios (ibuprofeno) ou antibióticos (amoxilina).

NOTA: Não tome medicações sem antes consultar o médico ou farmacêutico.

 

Tipos de dor de ouvido

Dor de ouvido associada à garganta pode ser indicativo de infecção no ouvido, por exemplo, a otite. Ela se espalha para a garganta, resultando em febre acima de 38ºC, dor em forma de pontada, presença de secreção ou acúmulo de líquido e mau cheiro ao falar.

Outra dor muito comum é aquela associada à mandíbula. Os problemas mais recorrentes, nesse caso, são distúrbios na articulação da mandíbula (artrite, deslocamento da articulação) que só piora a dor ao abrir a boca para mastigar ou bocejar.

Já a dor de ouvido, somada à dificuldade de engolir, está relacionada a amigdalite. Por ser o ouvido um órgão próximo da garganta, é natural que ela seja irradiada.

Tratamento caseiro

Para aliviar a dor de ouvido constante em casa, pode-se colocar uma bolsa de água morna junto ao ouvido durante 15 minutos e descansar sentado, em vez de deitado, para reduzir a pressão no ouvido. No entanto, estes tratamentos caseiros só devem ser utilizados para aliviar a dor até à consulta com o médico. Fica a dica: não substitua o tratamento médico.

 

Orientação médica

Se a dor de ouvido for constante e não diminuir no período de 48 horas, é necessário procurar ajuda médica. Fique atento para os sintomas como febre acima de 38ºC, tonturas, dor de cabeça ou inchaço no ouvido.

Nestes casos, é recomendado consultar um otorrinolaringologista para que solicite exames e indique a causa, prescrevendo os medicamentos corretos para o caso.

Para marcar uma consulta em nossa clínica, solicite informações AQUI.